Pular para o conteúdo principal

VIII Workshop Abba - Princípios de Deus para Discipular as Nações - 2 de novembro - Inscreva-se!

1ª Palestra – Pr. Ronaldo Faria

Tema: “Princípios de Deus para discipular as nações”

Considerando este tema de alta importância, quero passar um breve escrito do que para mim representa.
"Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará".
João 8.31b-32.
"Estas duas visões de mundo (teísmo judaico-cristão e humanismo secular) se encontram em completa antítese em conteúdo e também em seus resultados naturais, incluindo os resultados sociológicos e políticos, e especificamente incluindo a lei.
Não que estas duas visões do mundo sejam diferentes apenas na interpretação da natureza da realidade e da existência. Inevitavelmente, elas também produzem resultados diferentes. Aqui a palavra-chave é inevitável.
Não que elas apenas aconteçam para produzir resultados diferentes, mas é absolutamente inevitável que elas produzam resultados diferentes.”
                                                                                                                                                  Francis Schaeffer (Manifesto Cristão)

O poder do evangelho para transformar a vida de pessoas é visto claramente através da história do Novo Testamento.
Mas o que dizer das trevas e da pobreza que escravizam culturais inteiras, e até mesmo nações?
Teriam os cristãos subestimado o poder da verdade de Deus para transformar sociedades inteiras?

Tendo como guia central a Palavra de Deus, nos ajuda a elaborar uma tese poderosa e convincente que a verdade de Deus não apenas rompe as ataduras espirituais do pecado e da morte, mas pode libertar toda a sociedade do engano e da pobreza.
Obedecendo ao mandato de Mateus 28.18-19, a igreja hoje precisa urgentemente reformular a sua interpretação desta escritura.
Precisa ver o que Jesus ordenou à Igreja, em relação ao seu papel na sociedade. Como o homem quebrado (sem Deus), pode ver as intenções de Deus para a sua vida e para a vida da sua família?
Discipular as nações envolve mais do que pregar o evangelho. Envolve, introduzir os princípios e valores do cristianismo primitivo na vida da nação, incluindo as instituições públicas.

Para discipular as nações, temos como cristãos, de ser capazes de introduzir princípios bíblicos nas questões públicas, e desta forma trazer mudanças positivas ao mundo. À medida que aprendemos a operar nações sobre princípios bíblicos, estaremos participando da implantação da liberdade no mundo e desta forma ajudando a cumprir parte do plano de Deus para as nações. 

Inscrições: 
www.institutoabba.com
(31) 2512-8969 (tarde)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A COSMOGONIA BÍBLICA/ A CRIAÇÃO

A cosmogonia trata da origem e da evolução do universo, ou seja, sua função é descobrir como surgiram a terra e os demais planetas e astros. Vamos ver como  as pessoas da antiguidade encaravam a questão da origem do universo. a) Acadianos, sumérios e babilônios Os povos que habitava a antiga mesopotâmia, elaboraram uma teoria composta entre o terceiro e o segundo milênio antes de Cristo diz que os deuses travaram batalhas com as forças desagregadoras. Destas lutas teriam surgido os céus, a terra, o mar, os animais e o ser humano. b) Gregos Mais desenvolvidos cientificamente que os povos da antiguidade, tiveram vários filósofos com diferentes posicionamentos. * Anaximandro – ensinava que o mundo teve origem de uma substância indefinida: apeíron, em grego, sem fim. * Tales de Mileto – segundo ele tudo veio da água. Foi levado a ter este posicionamento depois de verificar a presença da água em todas as coisas. * Anaxímenes de Mileto – afirmava ser o ar o princípio de tudo. Argumentava que tudo d…

PORQUE ESTUDAMOS GEOGRAFIA BÍBLICA

O homem tem uma necessidade muito forte de determinar uma concepção de espaço. Por isso sempre pergunta: onde exatamente se deu este fato? Onde começou? E onde será o término de tudo? Para responder estas questões precisamos unir ao estudo da história, o estudo da Geografia, situando cada fato em seu respectivo contexto, buscando informações em cada sítio arqueológico, teremos uma idéia ampla e clara do habitat bíblico. Atualmente a Geografia não se limita apenas a descrever lugares, climas, vegetações, hidrografias; propõe-se a explicar os fatos e suas diversas relações. Podemos então definir Geografia como descrição sistemática e ordenada da superfície da terra e meio de pesquisa das relações entre o meio natural e os diversos grupamentos humanos. O estudo da Geografia Bíblica permite o conhecimento das diferentes áreas da terra relacionadas com os fatos narrados nas Escrituras, dando-lhes mais consistência e autenticidade, auxiliando na interpretação e compreensão dos fatos bíblicos, d…

Macabeus, sua história, conquistas e a Festa de Chanuká (Dedicação)

Maria Dolores Moreira
Alexandre, o Macedônio, após vencer Dario rei dos persas e dos medos tornou-se rei em seu lugar e a partir de então empreendeu numerosas guerras avançando às extremidades da terra submetendo assim nações, províncias e soberanos os quais se tornaram seus tributários. Depois disto Alexandre adoeceu e percebendo que iria morrer convocou seus oficiais e nobres que com ele conviveram desde sua mocidade e repartiu entre eles seu império. Cada qual se apossou do que recebera e sucessivamente seus respectivos filhos. De um deles originou Antíoco Epifanes. Este quando se viu consolidado em seu trono, resolveu também apoderar-se do Egito a fim de reinar sobre dois reinos, travou batalha contra Ptolomeu o qual recuou e fugiu. Vencendo porém o Egito no ano 143 AC, em sua volta subiu contra Israel e Jerusalém.  Entrou porem com arrogância no Santuário e tomou seus utensilios sagrados, partindo assim para seu país. Por este motivo um grande clamor foi levantado em toda nação de I…